CASO DE SUCESSO

A tecnologia da Worldsensing foi escolhida para um grande projeto de infraestrutura de transporte em Santiago do Chile

A tecnologia da Worldsensing, apoiada pela experiência da Geosinergia, foi selecionada para monitorar os trabalhos de construção que fazem parte do projeto Américo Vespucio Oriente (AVO II) na capital chilena.

 

Definição da futura paisagem urbana de Santiago

A Geosinergia, fornecedora chilena líder em instrumentação geotécnica e estrutural e parceira da Worldsensing desde 2018, recebeu um contrato para monitorar um trecho importante de 27 km do projeto AVO II na linha 7 do metrô. A empresa é responsável pela supervisão do monitoramento topográfico e de deformações, para o qual instalou 1.200 clinômetros da Worldsensing ao longo do trecho que lhe foi adjudicado.

 

A “Concesión Américo Vespucio Oriente, Tramo Av. Príncipe de Gales – Los Presidentes” (conhecida como AVO II) faz parte do Plano Diretor de Transporte promovido pelo Governo do Chile, que visa melhorar o sistema de transporte urbano na Região Metropolitana de Santiago. Este vasto plano abrange diversos projetos, um dos quais prevê a transformação do “Anillo Américo Vespucio” em uma configuração de pista dupla. Isso inclui a construção de uma via rápida urbana de 5,2 km com duas faixas de trânsito em modo de concessão. Seu projeto inovador incorpora uma extensão subterrânea por meio de um túnel que passará por baixo da via existente (Av. Américo Vespucio/Av. Ossa) e da infraestrutura da linha 4 do metrô de Santiago, entre as suas estações Príncipe de Gales e Grecia.

 

Um item importante no monitoramento do projeto

A colaboração entre a Worldsensing e a Geosinergia abrange uma ampla gama de responsabilidades. A Geosinergia desempenha um papel crucial no monitoramento da topografia, deslocamento, controle de instabilidade e detecção de rachaduras. No projeto geral, foram instalados estrategicamente 800 dispositivos, com mais 400 a serem instalados em 2024, para garantir, desse modo, o monitoramento completo do canteiro de obras e seus arredores.

 

Foram implantados Instrumentos sem fio e remotos, como clinômetros, inclinômetros in loco e outros, para fornecer dados sobre os possíveis riscos de movimentação da infraestrutura. Todos os dispositivos são conectados a data logger digital, parte da solução de monitoramento remoto da Worldsensing, que garante a transmissão eficiente de dados. Os gateways (hubs) coletam dados dos nós conectados a LoRa em todo o projeto e os enviam ao software de monitoramento da rede Connectivity Management Tool (CMT), fornecendo informações quase em tempo real sobre aspectos críticos do projeto.

 

Igor Bravo, CEO da Geosinergia, ficou empolgado com a colaboração e afirmou: “Estamos muito satisfeitos em cooperar com a Worldsensing nesse projeto tão importante no Chile. Nossos recursos geotécnicos e estruturais, combinados com a tecnologia da Worldsensing, criam uma sinergia muito poderosa. Juntos, temos o compromisso de fornecer soluções inovadoras e sustentáveis que atendam aos desafios particulares que o crescimento do ambiente urbano de Santiago coloca”.

 

O monitoramento remoto oferece vantagens consideráveis, já que torna desnecessária a instalação de uma grande quantidade de cabos e, ao mesmo tempo, permite uma supervisão completa de áreas muito grandes. Em projetos dessa natureza, a economia de custos é considerável.

Igor Bravo, CEO de Geosinergia

 

 

O projeto AVO II destaca o compromisso da Worldsensing de assumir a liderança em conectividade para monitoramento remoto. A colaboração com a Geosinergia demonstra que ambas as empresas estão comprometidas em liderar o desenvolvimento urbano sustentável e tecnologicamente avançado. Santiago do Chile está pronta para uma mudança transformadora em direção a uma infraestrutura civil mais conectada, eficiente e resiliente, que ajude a reduzir riscos e a melhorar seu gerenciamento.

 

Agende uma sessão de descoberta gratuita

Receba notícias sobre monitoramento remoto